gestão de projetos – Senior Noroeste Paulista

 

BLOG / NOTÍCIAS > Tag: gestão de projetos

 

Metodologia Scrum: a grande sacada para uma gestão ágil!


Todos os gestores estão sempre em busca de meios para melhorar os processos da  empresa. Afinal, essa é a chave para alcançar resultados cada vez melhores e conquistar  um lugar de destaque no mercado. E uma forma extremamente eficaz é adotar a  Metodologia Scrum. 

Trata-se de um método que visa otimizar a gestão de projetos. A grande vantagem é que é bem fácil implementá-la e ela pode ser utilizada por qualquer empresa, seja qual for o seu porte e segmento. 

Quer saber mais sobre o assunto? Então, acompanhe este post até o final. A seguir, você  vai entender o conceito dessa metodologia, como surgiu e quais são seus benefícios.  Além disso, também vai entender como colocá-la em prática em seu negócio. Confira! 

 

Afinal, o que é Metodologia Scrum?

Trata-se de uma das metodologias ágeis. Ou seja, é um método cujo objetivo é otimizar o  planejamento e a gestão de projetos. Ele foi criado em 1993 por Jeff Sutherland e Ken  Schwaber e inspirado por um estudo feito em 1986 por Takeuchi e Nonaka. O artigo  chamado “O novo jogo de desenvolvimento de novos produtos” foi publicado na Harvard Business Review. 

O nome “Scrum” vem da formação que há nas equipes de Rugby, em que todos os  membros do time jogam ao mesmo tempo, passando as tarefas para frente ou para trás até que se atinja o objetivo. 

Inicialmente, o método Scrum era utilizado apenas por empresas de desenvolvimento de  softwares e sistemas. Porém, com o passar do tempo, alguns gestores experimentaram  essa ferramenta em outros setores e obtiveram resultados excelentes. A partir de então, a  metodologia passou a ser uma das mais utilizadas, pois torna os processos mais simples e claros. 

Como esse método funciona?

No Scrum, cada projeto é dividido em blocos temporários que são curtos e periódicos,  chamados Sprints. Isto é, ciclos que duram de 2 a 4 semanas. Cada bloco fica sob  responsabilidade de uma equipe, que deve ser formada por poucas pessoas. Os papéis de  cada uma são muito bem definidos. Assim, os colaboradores não precisam saber como é  o processo todo, podendo se especializar nas tarefas de cada Sprint. 

Para entender melhor, vamos a um exemplo: em uma empresa de logística, o processo  pode ser quebrado em diversos blocos, como recebimento de pacotes, armazenamento,  transferência entre filiais, entrega ao cliente. 

Durante o fluxo, dependendo do que ocorre em cada operação, é necessário realizar  alguns ajustes para chegar ao objetivo. Sendo assim, a ideia é sempre buscar uma solução rápida e eficiente. Para isso, o Scrum tem papéis bem definidos. A seguir, descubra quais  são eles. 

Product Owner

É o responsável por analisar o processo de maneira geral e, assim, definir quais recursos  serão necessários. Além disso, cabe a ele dividir o fluxo em ciclos, estabelecer a ordem  de prioridade de execução e nomear os responsáveis para cada tarefa. 

Scrum Master

Tem papel de liderança. Logo, é quem coordena as atividades e atua como um facilitador  para a equipe. Enquanto o Product Owner exerce a função de gerência, o Master atua  como um líder, orientando a equipe em direção à melhoria contínua. 

Scrum Team

É a equipe formada para cada bloco do projeto. Dessa maneira, são os times que têm a  finalidade de cumprir o que foi planejado pelo Product Owner. 

 

Quais são os benefícios da Metodologia Scrum?

Como já comentamos, atualmente o Scrum é um dos métodos mais aplicados em  empresas de todos os portes e setores. Isso se deve à facilidade de sua implementação e  vantagens que oferece. A seguir, confira quais são as principais. 

Entregas rápidas e previsíveis

Como o Scrum divide o processo em ciclos pequenos, cada membro da equipe sabe  exatamente o que precisa ser feito em determinado prazo. Com isso, o time consegue se  programar melhor para cumprir esse objetivo, contribuindo para entregas previsíveis e a  curto prazo. 

Adaptabilidade

Além de poder ser aplicada em qualquer negócio, a Metodologia Scrum permite que a  empresa tenha reações rápidas às mudanças geradas pelas necessidades do cliente ou do  mercado. 

Colaboração entre os colaboradores

Os times de Scrum são estimulados a se organizarem e produzirem de forma autônoma.  Com isso, além de incentivar a colaboração entre os membros, também promove a  motivação dos funcionários e a criação de times auto gerenciáveis.

Produtividade

Como os colaboradores executam atividades específicas, há um aumento expressivo na  produtividade. Além disso, há menos riscos de falhas, redução da necessidade de  retrabalho e elevação da qualidade do serviço ou produto final. 

Comunicação

Como os blocos de atividades envolvem diferentes profissionais, o Scrum estimula uma  comunicação eficiente entre os colaboradores, bem como a transparência nas  informações. Isso também decorre do fato de as equipes terem mais autonomia, pois é  preciso que os dados sejam acessíveis a todos de maneira clara. 

Melhoria contínua

Como a Metodologia Scrum exige reuniões periódicas com feedbacks das equipes, a  tendência é de que tanto os processos quanto os profissionais estejam em constante  aprimoramento. 

Eficiência

Um dos objetivos dessa ferramenta de gestão é fazer mais em menos tempo. Então, sua  aplicação garante uma maior eficiência no fluxo de trabalho, fator que impacta  diretamente nos resultados da empresa. 

Como aplicar o método?

Agora que você já conhece o que é a Metodologia Scrum e descobriu seus principais  benefícios, é hora de entender como colocá-la em prática. Por isso, listamos os passos  que você deve seguir para implementar o método em sua empresa. Acompanhe.

1- Escolha o Product Owner

O primeiro passo é definir o profissional que realizará o planejamento do projeto com  base nos requisitos no cliente.

2- Defina o Scrum Master e as equipes

Em seguida, é preciso montar as equipes e definir quem será o líder de cada uma delas. O ideal é que os times não sejam muito grandes e que sejam formados por profissionais de  diferentes áreas. Dessa forma, garante-se que as equipes tenham autonomia para tomar as próprias decisões em conjunto e para executar o bloco com eficácia.

3- Crie o backlog do produto

Essa é a hora de definir a ordem de prioridade das tarefas e estipular o que será feito  pelos colaboradores. Ou seja, é preciso elaborar uma lista de tudo o que deve ser feito  para atingir o objetivo final.

4- Planeje os sprints

O quarto passo se refere ao planejamento dos blocos que compõem o projeto. Logo, além de definir quantos sprints são necessários, é preciso definir quantas tarefas deverão ser  realizadas, bem como o tempo de duração de cada ciclo.

5- Faça reuniões diárias

Depois de distribuir as tarefas, é o momento de começar a execução das tarefas. Para  isso, é preciso que todos os membros da equipe compreendam suas funções e estejam  bem alinhados. Isso permite mais agilidade e assertividade na execução. 

Então, as reuniões diárias são fundamentais. Não é preciso que elas durem muito tempo.  Alguns minutos já são o suficiente.

6- Revisão dos Sprints

Ao finalizar cada bloco, é essencial que a equipe faça uma revisão das tarefas e de como  foi o processo. Em seguida, o Product Owner também deve validar o que foi feito. Essa  retrospectiva é indispensável para aprender com os erros e, assim, garantir uma melhoria  contínua. 

 

Como você viu, a Metodologia Scrum é uma ferramenta de gestão extremamente eficaz  para o sucesso de um negócio. É um método simples e que não exige grandes  investimentos. Basta organizar os papéis de cada um e que todos se comprometam com o  processo. Portanto, não deixe de colocar em prática o nosso passo a passo. 

Quer mais dicas sobre como melhorar os resultados da sua empresa? Então, assine a  nossa newsletter e receba os melhores materiais direto em sua caixa de entrada.