Governança Corporativa – Senior Noroeste Paulista

 

BLOG / NOTÍCIAS > Tag: Governança Corporativa

 

Governança Corporativa e Sucessão em Pequenas e Médias Empresas


A governança corporativa é crucial para empresas de todos os tamanhos, inclusive para as pequenas.
Embora constantemente esteja associada a grandes corporações, seus princípios são igualmente relevantes para negócios de todos os portes e agregam valor.

Alguns pontos-chave que temos considerado sobre governança corporativa em nossa empresa, á partir de experiências vividas, observação e aprendizado constante:

1. Transparência e Prestação de Contas:

– Estabelecer processos claros de prestação de contas e transparência nas operações é fundamental. Isso inclui manter registros financeiros precisos, relatórios regulares e divulgação transparente de informações relevantes.
– Líderes competentes e confiáveis são essenciais.

2. Estrutura Organizacional:

– Definir papéis e responsabilidades é crucial, mesmo em empresas pequenas. Uma estrutura organizacional clara ajuda na tomada de decisões e na definição de autoridade.

3. Consistência e Compliance:

– Adotar práticas consistentes e estar em conformidade com regulamentações e leis aplicáveis é essencial. Isso inclui desde questões tributárias até regulamentos trabalhistas.

4. Planejamento Estratégico:

– Desenvolver e manter um plano estratégico ajuda a orientar o crescimento e a direção da empresa. Isso envolve definir metas de curto e longo prazo, bem como ajustá-las conforme necessário.
– Esse ponto sempre teve destaque na nossa empresa. Desde sua criação e ao longo de 17 anos, é indispensável que o PE seja realizado com envolvimento de toda a empresa.

5. Planejamento Sucessório:

– O planejamento sucessório é especialmente crucial em empresas familiares ou pequenas, pois define quem assumirá a liderança ou propriedade da empresa no futuro. Isso inclui identificar sucessores, prepará-los e estabelecer processos de transição suaves.
– Esse tópico exige muita perspicácia, entrega, paciência e grande doação: não é um processo fácil “deixar de mandar”, principalmente em empresas de menor porte onde a figura do dono se confunde com a própria empresa e com sua estrutura de poder e estratégia.

6. Conselho Consultivo ou de Administração:

– Mesmo para empresas menores, considerar a formação de um conselho consultivo ou de administração pode trazer diversas perspectivas e expertise externa. Esse conselho pode oferecer orientação valiosa para o crescimento e a governança da empresa, além de ser um pilar para suportar o CEO e executivos da empresa.

7. Cultura Organizacional:

– Promover uma cultura que valorize a ética, a integridade e a responsabilidade é essencial. Isso influencia a maneira como os funcionários, stakeholders e a comunidade percebem a empresa.
– Em nossa empresa temos trabalhado bastante com valores que consideramos essenciais para o alinhamento e prática da nossa cultura organizacional.

8. Captação de Recursos e Financiamento:

– Ter políticas financeiras claras, especialmente no que se refere à captação de recursos e ao financiamento, ajuda a manter a estabilidade e a viabilidade financeira da empresa.
– Evoluímos bastante com Executivo Financeiro trabalhando arduamente e com competência esses aspectos das finanças empresariais, que, de fato, precisavam ser priorizadas e tratadas assim.

9. Avaliação e Melhoria Contínua:

– Realizar avaliações periódicas do desempenho da empresa, da governança e dos processos internos é crucial. Isso permite identificar áreas de melhoria e implementar mudanças necessárias.
– Avaliações, busca constante de evolução são indissociáveis da boa governança. Praticar e se preparar para aceitar e conviver são desafios dos gestores.
– Bons processos de avaliação permitem que realizemos com competência (“fazimento”) o que foi estabelecido no PE.

10. Comunicação Eficaz:

– Estabelecer canais de comunicação eficazes entre os diferentes níveis hierárquicos, funcionários, diretores e stakeholders é vital para o sucesso da governança.

– Fundamental e busca constante em nossa empresa, a comunicação, em especial com os colaboradores é um desafio que deve ser enfrentado pelos enormes benefícios percebidos.
A implementação de práticas de governança corporativa em empresas pequenas pode ser um desafio, mas traz benefícios significativos a longo prazo, incluindo maior credibilidade,
sustentabilidade e preparação para possíveis desafios. O planejamento sucessório, em particular, assegura a continuidade do negócio e a preservação dos valores e objetivos da empresa ao longo do tempo.