Aprenda o que é EFD-REinf e a importância de um bom ERP para fazer a gestão do seu envio – Senior Noroeste Paulista

 

BLOG / NOTÍCIAS > Arquivos

 

Aprenda o que é EFD-REinf e a importância de um bom ERP para fazer a gestão do seu envio


Estar em dia com as nossas obrigações legais é fundamental para o sucesso do nosso negócio. Nesse sentido, a Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais, também conhecida como EFD-Reinf cumpre um papel de informar à Receita Federal a respeito dos rendimentos pagos e as retenções do Imposto de Renda.

Contudo, muitas pessoas podem vir a ter dificuldades na gestão do seu envio, o que torna essencial o uso de um ERP, que significa Enterprise Resource Planning, ou Planejamento dos Recursos da Empresa. Neste artigo, abordaremos sobre a importância de um bom ERP para o envio do EFD-Reinf. Confira!

 

O que é e para que serve o EFD-Reinf?

A Escrituração Fiscal Digital de Retenção e Outras Informações Fiscais (EFD-Reinf) é um documento utilizado para informar à Receita Federal a retenção de imposto de renda, contribuição social do cidadão, entre outros dados. O objetivo dele é simplificar e centralizar as informações sobre retenções na fonte não relacionadas ao trabalho, bem como informações sobre a receita bruta de uma empresa, para cálculo de contribuições alternativas para a Previdência Social.

A EFD-Reinf inclui as informações atualmente transmitidas de modo anual pela Declaração de Imposto de Renda Retido na Fonte (DIRF) e Diretrizes de Informações sobre Arrecadação de FGTS e Previdenciárias (GFIP).

Atualmente, as organizações precisam enviar mensalmente os dados por meio de arquivos digitais (XML), além de armazenar os recibos de cada remessa.

 

O que é e para que serve um ERP?

ERP vem da abreviação em inglês, que significa Enterprise Resource Planning, que pode ser traduzido para o português como “Planejamento dos Recursos da Empresa”. Dentro de uma organização, o ERP é um sistema de gestão empresarial que auxilia os processos internos, automatiza as operações manuais e as converte em processos de software, garantindo a guarda segura das informações em seus bancos de dados.

Além disso, ele atua como um software de gestão para unificar as informações e facilitar o fluxo de trabalho. Considerando que cada departamento precisa de ferramentas próprias para gerar relatórios e realizar tarefas do dia a dia, o ERP tem papel fundamental, atuando como centralizador do fluxo de trabalho, coordenando a comunicação em todas as áreas e facilitando a tomada de decisões.

 

Como o ERP pode facilitar a gestão fiscal da empresa?

Para organizar a grande quantidade de dados fiscais que as empresas têm que enviar para a Receita Federal, são necessárias soluções tecnológicas, que evitarão erros e possíveis multas. Um sistema integrado de gestão empresarial, também conhecido como ERP, é capaz de coletar e organizar informações fiscais de todas as áreas da empresa.

Manter processos seguros é fundamental para garantir que todas as informações sejam transmitidas à Receita Federal. Portanto, além de utilizar o sistema ERP, os colaboradores também precisam ser treinados para garantir que a plataforma forneça os dados de forma correta e flexível. Assim, é importante investir também em um sistema de senha e identificação que permita acesso apenas aos profissionais que realmente precisam dos dados.

Para ficar em dia com as obrigações fiscais, é sempre válido que as organizações contem com soluções propiciadas pela tecnologia. Nesse contexto, o ERP pode ser uma excelente ferramenta de gestão do envio da EFD-Reinf, facilitando os processos burocrático nas empresas.

 

Gostou do nosso artigo? Então, continue com a gente e aprenda um pouco mais sobre a importância de se investir em um software de CRM!