colaboradores – Senior Noroeste Paulista

 

BLOG / NOTÍCIAS > Tag: colaboradores

 

Employee Experience: saiba mais sobre a experiência do colaborador


Quem está à frente de uma equipe ou trabalha com gestão de pessoas sabe o quanto a experiência do colaborador é fundamental para garantir o sucesso da empresa. Por isso ter um ambiente interno de qualidade, com excelente clima organizacional e integração dos funcionários é tão importante. O employee experience, ou experiência do colaborador, é uma estratégia que contribui para garantir esse nível de satisfação do colaborador.

Neste artigo, mostraremos o quanto a sua empresa pode impulsionar resultados essenciais como produtividade, qualidade do atendimento e integração entre equipes implementando o employee experience na gestão de pessoas. Descubra quais são as principais vantagens dessa técnica e veja quais são as principais ações que podem otimizar esse relacionamento entre a empresa e seu público interno. Boa leitura!

 

Entenda o que é employee experience

Desde o processo de seleção e recrutamento até o dia a dia na empresa o colaborador desenvolve várias percepções a respeito da empresa. Em alguns momentos ele pode perceber o quanto o negócio é coerente com princípios e valores e em outras situações nem tanto. Dessa forma, assim como a marca constrói um legado com seu público externo, pouco a pouco isso acontece no ambiente interno.

Depois de algum tempo, a experiência de vários colaboradores começa a se reunir, transformando essa imagem individual em algo maior, o que pode se transformar nas diretrizes para a cultura organizacional. Assim, além do cuidado com os apontamentos para a construção da personalidade da empresa, também é fundamental observar o que acontece na prática e como seus colaboradores percebem essa relação.

 

Veja as principais vantagens da experiência do colaborador

Imagine que um gestor de sucesso consiga alcançar uma boa experiência do colaborador, fazendo com que os funcionários se percebam parte da empresa e tenham bons relacionamentos com a organização. Além de um ambiente saudável, com excelente qualidade de vida no trabalho, outras características também poderão ser percebidas.

Clima organizacional

Talvez este seja um dos principais indicadores para quem trabalha com gestão de pessoas. Afinal, o clima organizacional conta exatamente como o público interno percebe a empresa. Um bom clima organizacional vai impactar na redução de preocupações e situações problemas com os colaboradores e a experiência do colaborador pode ser fundamental para isso.

Integração

Pensando não somente no funcionamento interno da empresa, mas também sobre aquilo que ela oferece para o público, é muito importante entender o quanto a integração entre funcionários e até mesmo equipes auxilia na consolidação da imagem da marca. Uma boa experiência do colaborador ajuda a reduzir a competitividade interna, conduzindo o time para trabalhar de forma mais cooperativa, tendo os objetivos da empresa como foco em comum.

Liderança

O trabalho das lideranças nem sempre é percebido com facilidade, mas é uma qualidade importantíssima para garantir uma comunicação transparente entre a administração e os colaboradores. O employee experience ajuda os líderes a terem um posicionamento pautado na gestão de pessoas e os funcionários a confiar mais nesses papéis de liderança.

Retenção de talentos

Outro ponto importantíssimo para a empresa é a retenção de talentos. Afinal, identificar e contratar um funcionário com o fit cultural pode ser algo relativamente complexo, mas mantê-lo na organização, engajado e motivado, é uma tarefa de igual peso. Além de otimizar a retenção de talentos, uma boa experiência do colaborador reduz a rotatividade de funcionários.

A experiência do colaborador vai desde um processo de contratação de qualidade, como a admissão digital, até o dia a dia na empresa.

Produtividade

Um benefício da experiência do colaborador na empresa é o nível de produtividade. Com funcionários mais confiantes e motivados a tendência é que o serviço seja executado de maneira mais eficiente, impulsionando os resultados do negócio.

 

Descubra como otimizar a experiência do colaborador

Depois de conferir importantes motivos para implementar o employee experience no seu negócio, talvez você esteja se perguntando quais seriam as melhores práticas para garantir que seu público interno fique cada vez mais alinhado com os objetivos e metas da empresa, além de apresentar proatividade e satisfação com o trabalho.

Jornada do colaborador

Assim como existe a jornada do cliente, que ajuda a entender todos os passos do seu consumidor até o fechamento da compra, a jornada do colaborador também serve como um mapa que identifica todos os passos do funcionário desde o processo de recrutamento até seu desligamento da empresa.

Com estas informações fica mais fácil descobrir como otimizar o employee experience. Use a inteligência de dados para garantir a documentação adequada dos perfis de comportamento e entenda como melhorar a qualidade de cada processo.

Feedback contínuo

Outro ponto importante é a entrega de um feedback contínuo sobre as ações dos empregados. Muitas vezes o funcionário faz seu trabalho, mas não tem segurança suficiente para entender se está no caminho certo, nem se suas ações estão sendo reconhecidas e valorizadas pela empresa. Esse processo ajuda a orientar e motivar o público interno.

Reconhecimento e valorização

Além de ações como o feedback contínuo, reuniões, elogios e outras ações podem ser inseridas para ajudar o colaborador a se sentir uma parte muito importante da empresa. Campanhas para ajudar a reconhecer e valorizar os funcionários é um ponto muito importante, que pode ser executado em parceria com as lideranças da organização.

Capacitação e treinamentos

O processo de capacitação e treinamentos ajuda a inserir os colaboradores na cultura da empresa, sendo um momento não apenas para difundir conhecimento, mas principalmente de trocas. Esses eventos ajudam a fortalecer a imagem da empresa para os colaboradores, além de impulsionar a integração entre os mesmos.

Programa de benefícios

Outra iniciativa importante para o employee experience é a implementação de um programa contínuo de benefícios que reforce o reconhecimento da empresa. Essa ação incentiva os funcionários a se alinharem com a cultura organizacional, além de motivar e engajar quem atua de maneira coerente.

 

Confira as tendências da experiência do colaborador

Um dos principais pontos que otimiza o employee experience atualmente é o uso da tecnologia para a implementação de vários processos. Além de ter melhor custo-benefício, existem várias ferramentas como ERPs e CRMs que permitem uma maior compreensão de quem é seu público interno, além de ajudá-lo a se integrar com os processos da empresa.

Como você deve ter percebido, o employee experience, ou experiência do colaborador, é uma estratégia fantástica para ajudar o público interno a se identificar com a cultura organizacional e se sentir motivado a contribuir de maneira eficiente e proativa com os objetivos da empresa. Desde o processo da contratação é importante pensar nos pontos que contribuirão para oferecer uma experiência de qualidade.

Se você gostou deste artigo e quer receber mais materiais de qualidade, assine a nossa newsletter e garanta informações relevantes sobre gestão estratégica e gestão de pessoas direto na sua caixa de entrada!

 

 

 

 

BLOG / NOTÍCIAS > Tag: colaboradores

 

Como dar feedbacks assertivos? Confira algumas dicas!


A comunicação eficiente é um ponto fundamental na hora de passar uma tarefa, traçar metas ou avaliar um trabalho dentro de uma empresa. Dar feedback da maneira correta à equipe traz inúmeros benefícios ao ambiente corporativo, e não é à toa que essa vem sendo uma prática cada vez mais discutida nos últimos anos.

Além de melhorar a relação entre todas as partes envolvidas, avaliações consistentes a respeito dos trabalhos realizados contribuem para a produtividade da equipe. Mas é preciso cuidado e atenção, pois um feedback não pode ser dado de qualquer maneira para não gerar o efeito contrário.

Para ajudar você a entender como dar feedback da maneira mais eficiente possível, preparamos este breve artigo. A seguir, conheça melhor o poder da cultura do feedback, algumas dicas na hora de colocá-lo em prática e a importância da sua equipe nesse processo.

 

Qual é a importância da cultura do feedback?

Poucas coisas atrapalham tanto o ambiente de uma empresa quanto a falta de comunicação eficiente. Não importa se é no momento de traçar os objetivos ou dar uma resposta sobre um trabalho, quando existe alguma falha na comunicação, as chances de uma pequena confusão causar um problema ainda maior são grandes.

O feedback, portanto, se torna uma ferramenta importante para evitar que problemas de comunicação se tornem uma rotina dentro da sua organização. Ao realizar constantemente essa troca de informações somada à avaliação do desempenho dos funcionários, você cria uma relação de confiança e empatia entre líderes e colaboradores.

O objetivo, no fim, é garantir que a pessoa entenda o que precisa melhorar e, na próxima avaliação, tenha um retorno ainda melhor. Tornar essa prática uma regra no ambiente de trabalho e associá-las aos valores da empresa é construir uma cultura do feedback.

 

Como dar feedbacks assertivos para a sua equipe?

O que fazer para dar um feedback eficiente e evitar erros na gestão de pessoas?

Faça um roteiro

Na hora de avaliar alguém, não enrole. A situação por si só já pode deixar o clima tenso, por isso é importante esclarecer os pontos positivos e negativos encontrados. A objetividade pode ser garantida com um roteiro, que guiará a sua fala na hora da avaliação. Basta colocar em lista os principais pontos a serem destacados. Isso não só torna a mensagem clara, mas também mostra a sua preocupação com a avaliação.

Deixe de lado críticas pessoais

O feedback é uma prática que visa avaliar exclusivamente postura, ações e/ou resultados de uma pessoa no ambiente de trabalho. Portanto, não é positivo, por exemplo, relacionar o baixo desempenho com problemas pessoais. Isso pode ser constrangedor e não resolver o possível problema. Foque nos pontos positivos e negativos de determinada ação realizada pelo colaborador e em como ele pode melhorar o rendimento.

Garanta a privacidade na hora do feedback

O feedback preza pela empatia por quem está sendo avaliado com o objetivo de que a mensagem seja absorvida adequadamente. Por isso, é importante tornar esse momento menos desconfortável possível. Vale a pena, nesse sentido, chamar o colaborador até a sua sala em particular e evitar dar feedbacks mais negativos em público.

 

Portanto, saber como dar feedback é uma habilidade poderosa no cotidiano de uma empresa que deseja se destacar da concorrência. Como qualquer habilidade, ela precisa ser desenvolvida e aperfeiçoada a todo momento. A ideia é que o feedback possa se tornar parte da cultura organizacional das empresas e contribuir para seu sucesso.

Agora que você já sabe como dar feedbacks, o que acha de se aprofundar em outros temas importantes para gerenciar a sua equipe? Confira outro artigo do nosso blog e descubra como ser um gestor de sucesso em 5 passos!

 

NOSSAS POSTAGENS


 

 

 

BLOG / NOTÍCIAS > Tag: colaboradores

 

Plano de carreira: aprenda a construir um!


 

Plano de carreira é um programa bem estruturado que determina as etapas de uma trajetória profissional. Ele é traçado segundo os cargos, perfis e objetivos do colaborador, servindo como um guia para o crescimento do funcionário na empresa. 

Em outras palavras, um eficiente plano de carreira é um instrumento importante, pois aponta a evolução do colaborador. Ele serve como apoio para que o gestor encontre os melhores talentos para as vagas disponíveis na organização. 

Deseja aprofundar um pouco mais sobre esse assunto? É só continuar a leitura deste post. Confira!

 

Passos para a construção de um plano de carreira

Você ainda não tem o plano de carreira de sua equipe? O que falta para executar? Por ser um instrumento relevante, ele deve ser elaborado de forma estratégica, visando alinhar os interesses da organização e dos funcionários. Vamos iniciar? É só seguir esse simples passo a passo em 5 etapas!

1. Alinhamento dos interesses

Ciente dos objetivos da empresa, é hora de dialogar com sua equipe para entender quais as suas pretensões profissionais e, inclusive, pessoais. A ideia aqui é definir o que é vantajoso para cada colaborador e a organização. 

A partir dessa análise, vale alinhar com o colaborador os cargos que ele pretende ocupar em um curto, médio e longo prazo. Nesse sentido, comunique quais as competências requeridas para assumir tais posições.   

2. Potencialização das forças

O segundo e importante passo é focar nos pontos fortes dos funcionários. Afinal, é muito mais vantajoso potencializar as habilidades que eles já possuem do que desenvolver novas competências.

Mas, quais os resultados dessa ação? São inúmeros. Além agilizar o crescimento profissional, traz um retorno muito mais rápido e gastos inferiores se compararmos aos de desenvolvimento de novas habilidades.

3. Estabelecimento de metas reais

Aqui você já tem um diagnóstico dos colaboradores, certo? Com os objetivos já definidos, dá para criar um planejamento das metas. Nesse sentido, vale descrever as atividades necessárias para a evolução do plano de carreira.

Pensando em atingir sucesso nessa etapa, é bom que tanto a empresa quanto o colaborador estejam cientes sobre os passos necessários, bem como as limitações. Em seguida, não esqueça de estipular prazos possíveis de serem cumpridos. 

4. Avaliações e novas adequações

No decorrer da trajetória na empresa, é comum que colaboradores mudem seus objetivos profissionais. Por isso, cabe ao gestor realizar avaliações periódicas para proceder com possíveis adequações.

Nessa etapa, é válido o suporte de ferramentas que controlam a produtividade, avaliações de desempenho e outras para que o plano de carreira se torne um instrumento eficiente e resulte em vantagens competitivas.

5. Treinamentos e atualizações

Um plano de carreira de sucesso depende de uma política bem estruturada de treinamentos. Por isso, utilizar as avaliações de desempenho é um passo importante para identificar cada ponto de melhoria.

Em seguida, os workshops são essenciais para desenvolver as habilidades técnicas. Aliado a esse processo, os treinamentos comportamentais e até os institucionais contribuem com a evolução da equipe e o crescimento organizacional.  

 

Reunir os colaboradores para construir um plano de carreira é uma estratégia inteligente para a retenção de talentos. Tendo foco, determinação e disciplina, você tem em um curto espaço de tempo uma equipe com as competências e habilidades necessárias para assumir novos cargos na organização.

Gostou do conteúdo? É só compartilhar em suas redes sociais!

NOSSAS POSTAGENS


 

 

 

BLOG / NOTÍCIAS > Tag: colaboradores

 

Gestão de remuneração: 5 benefícios dessa estratégia!


Apesar de parecer confuso, é simples! A gestão de remuneração é uma estratégia perfeita que visa adequar os salários dos colaboradores conforme as possibilidades da empresa, alinhados também às expectativas da equipe e compatíveis com os valores praticados no mercado. 

Uma gestão eficiente preza pela satisfação de todos os envolvidos sem prejudicar o fluxo de caixa. Por outro lado, um colaborador bem remunerado passa a ter um maior comprometimento na instituição e assim, todos saem ganhando. Tem interesse em saber mais sobre esse assunto? É só reservar aquele cafezinho e continuar a leitura deste post. Confira!

 

Benefícios da Gestão de remuneração

Após concluir um trabalho, todo colaborador espera receber uma recompensa financeira. Por ser algo que implica, diretamente, no orçamento e na retenção dos talentos, é bom saber quais os benefícios em adotar a prática da Gestão de remuneração em sua empresa, concorda? Sendo assim, acompanhe cada item!

  • Equilíbrio interno

Pagar ao colaborador o equivalente à sua produtividade é um enorme desafio. O objetivo dessa prática é evitar que os custos ultrapassem sua capacidade financeira, então, uma estratégia da gestão de remuneração é efetuar os salários conforme as habilidades e conhecimentos de cada trabalhador. Dessa forma, conseguimos manter o equilíbrio interno entre os cargos e entregas, os proventos e as despesas mensais da corporação.

  • Empresa mais competitiva

Sua empresa não deve oferecer salários abaixo e nem acima dos valores praticados no mercado. Qualquer uma dessas alternativas não será um bom negócio. Lembre-se que qualquer empresa só consegue ser competitiva perante a concorrência de candidatos qualificados se tiver uma eficiente gestão de salários e estiver alinhada com o mercado. Essa estratégia possibilita a atração de novos talentos, e inclusive, gera visibilidade para a empresa como um lugar bom para trabalhar.

  • Aumento da produtividade

Toda empresa que tem uma eficiente gestão de remuneração sabe que o aumento de produtividade é certo! Afinal de contas, somos motivados por recompensas. Sendo assim, o papel de um bom líder é garantir que o seu time trabalhe em prol de objetivos comuns, se mantenham engajados e, sobretudo, estimulados para serem ainda mais produtivos tanto de forma individual quanto em grupo. 

  • Retenção de bons profissionais

É preciso ter um plano estratégico para reter os bons talentos. Sabemos que quesitos como a qualidade de vida, interesse pela função e o bom relacionamento com os companheiros de trabalho influenciam nessa questão. Mas, devemos nos atentar à relevância de remunerações coerentes, já que refletem nas expectativas em relação ao presente e o futuro dos profissionais da empresa.

  • Negociações salariais mais transparentes

Os salários devem ser tratados de maneira profissional e de forma transparente. Nesse sentido, os gestores devem informar aos colaboradores a faixa salarial que eles foram incluídos, respeitando com rigor. Lembre-se que na ocorrência de qualquer injustiça como diferenciação de salários de colaboradores de uma mesma função, por exemplo, gera muitos questionamentos e um clima organizacional negativo. 

 

Implantar uma eficiente gestão de remuneração é uma atitude mais que inteligente!  É pensar na saúde financeira da organização e na retenção dos melhores talentos. Sendo assim, os resultados são incríveis, pois, além de reforçar a imagem da empresa do mercado, torna possível alcançar os objetivos organizacionais.

Sua empresa já adotou essa incrível e eficiente prática que é a gestão de remuneração? Compartilhe conosco aqui nos comentários!

NOSSAS POSTAGENS